Heleno advertiu Moro: o tipo de relatório que Bolsonaro queria "não tinha como ser fornecido" de forma republicana

"O Ministro Heleno afirmou que o tipo de relatório de inteligência que o Presidente queria não tinha como ser fornecido”, afirmou Moro, se referindo ao general Augusto Heleno, ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI)

General Augusto Heleno, Sérgio Moro e Jair Bolsonaro
General Augusto Heleno, Sérgio Moro e Jair Bolsonaro (Foto: Carolina Antunes/PR | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em depoimento, o ex-ministro Sergio Moro afirmou que militares tentaram demovê-lo da ideia de deixar o governo e expor à sociedade os motivos.

"O Ministro Heleno afirmou que o tipo de relatório de inteligência que o Presidente queria não tinha como ser fornecido”, afirmou Moro, se referindo ao general Augusto Heleno, ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Segundo ele, o general Heleno alertou em reunião do conselho de ministros que não havia como fornecer ao presidente Jair Bolsonaro os relatórios de inteligência da Polícia Federal sobre os quais o chefe do Poder Executivo vinha manifestando interesse.

Moro afirmou que falou com Heleno sobre os “pedidos do Presidente de obtenção de Relatórios de Inteligência da PF, que inclusive havia sido objeto de cobrança pelo Presidente na reunião de conselho de ministros, oportunidade na qual o ministro Heleno afirmou que o tipo de relatório de inteligência que o presidente queria não tinha como ser fornecido”.

Moro indica que Heleno sabia do interesse de Bolsonaro em pressionar pela troca de comando da PF pára que pudesse ter acesso aos relatórios que de forma legal não poderia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247