"Herdeiro real" desce do trono e quer Dilma fora

Empresário Luiz Philippe de Orleans e Bragança, da linha genealógica da família real brasileira, é líder do grupo "Acorda Brasil", que defende a saída da presidente Dilma Rousseff; afirmando que milita pelo "Estado de Direito", ele não quis dar mais detalhes sobre os familiares que defendem a volta da monarquia; O "Acorda Brasil", que tem cerca de 120 mil seguidores no Facebook, defende a saída da presidente Dilma "de qualquer jeito"; ele também disse que a que a população está à frente dos políticos e que tem pressionado por mudanças no sistema sozinha; "Não existe oposição", disparou

Empresário Luiz Philippe de Orleans e Bragança, da linha genealógica da família real brasileira, é líder do grupo "Acorda Brasil", que defende a saída da presidente Dilma Rousseff; afirmando que milita pelo "Estado de Direito", ele não quis dar mais detalhes sobre os familiares que defendem a volta da monarquia; O "Acorda Brasil", que tem cerca de 120 mil seguidores no Facebook, defende a saída da presidente Dilma "de qualquer jeito"; ele também disse que a que a população está à frente dos políticos e que tem pressionado por mudanças no sistema sozinha; "Não existe oposição", disparou
Empresário Luiz Philippe de Orleans e Bragança, da linha genealógica da família real brasileira, é líder do grupo "Acorda Brasil", que defende a saída da presidente Dilma Rousseff; afirmando que milita pelo "Estado de Direito", ele não quis dar mais detalhes sobre os familiares que defendem a volta da monarquia; O "Acorda Brasil", que tem cerca de 120 mil seguidores no Facebook, defende a saída da presidente Dilma "de qualquer jeito"; ele também disse que a que a população está à frente dos políticos e que tem pressionado por mudanças no sistema sozinha; "Não existe oposição", disparou (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O empresário Luiz Philippe de Orleans e Bragança, da linha genealógica da família real brasileira, é líder do grupo Acorda Brasil, que defende a saída da presidente Dilma Rousseff. Luiz é sobrinho de Luís Gastão de Orleans e Bragança, que se seria o "rei brasileiro" caso o País fosse até hoje uma monarquia.

Em entrevista à jornalista Daniela Lima, da Folha de S.Paulo, o empresário afirmou que milita pelo "Estado de Direito" e não quis dar mais detalhes sobre os familiares que defendem a volta da monarquia.

"Todos os dias tem gente que me liga para dizer que vai fechar as portas. Quem sustenta o governo hoje não é o povo, nem os trabalhadores. É a elite. E eu não estou falando de elite, gente que ganha bem. Falo dos grandes bancos, dos grupos de mídia. São esses que ainda seguram o governo", disse à Folha.

O Acorda Brasil, que tem cerca de 120 mil seguidores no Facebook, defende a saída da presidente Dilma "de qualquer jeito".

"Em qualquer outro país você já teria mecanismos para rever isso, para fazer essa troca. Como é que se sustenta um governo que 80% da população não quer mais? Nada acontece?", questionou. 

Luiz Philippe diz que a população está à frente dos políticos e que tem pressionado por mudanças no sistema sozinha. "Não existe oposição", disparou. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email