Incêndio destroi 60 barracos e mata dois carbonizados em São Paulo

Tragdia aconteceu na favela do Corujo, na Vila Guilherme; fogo j foi controlado

Incêndio destroi 60 barracos e mata dois carbonizados em São Paulo
Incêndio destroi 60 barracos e mata dois carbonizados em São Paulo (Foto: LUIZ GUARNIERI/AGÊNCIA ESTADO)

O incêndio na favela do Corujão, na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo, foi controlado entre as 10h30 e 10h45 de hoje, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O fogo, que começou às 7h49 na rua João Veloso Filho, se prolongou por cerca de três horas. Duas pessoas morreram carbonizadas e 60 barracos foram destruídos, das 300 moradias existentes na comunidade.

Outros dois moradores levemente feridos foram encaminhados ao Pronto Socorro do Tatuapé. Eles tiveram queimaduras de primeiro grau, segundo o Corpo de Bombeiros. Estima-se que 800 pessoas morem na favela do Corujão.

No início desta tarde, 80 bombeiros trabalhavam no local em rescaldo - operação na qual os entulhos e todo o material combustível são retirados para evitar que o fogo recomece. Também eram procuradas mais vítimas, embora os moradores não tivessem acusado a falta de mais nenhum integrante da comunidade.

Durante o trabalho de controle do fogo na favela do Corujão, foram enviadas 24 viaturas do Corpo de Bombeiros, que contaram com o apoio de dois helicópteros Águia da Polícia Militar. A operação foi reforçada, segundo os bombeiros, com a ajuda da Eletropaulo, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Guarda Civil Metropolitana e Defesas Civis do município e do Estado de São Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247