Indicada por Temer para a PGR, Raquel Dodge pediu a prisão de seus aliados

Pedido de prisão de aliados, amigos e ex-assessores de Michel Temer no âmbito da Operação Skala – que investiga se o emedebista recebeu propinas por meio da edição do chamado decreto dos portos e que foi deflagrada nesta quinta-feira (29) pela Polícia Federal – partiu da procuradora-geral da República Raquel Dodge; autorização das prisões temporárias e dos mandados de busca e apreensão foram autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso; Dodge foi indicada para o cargo pelo próprio Temer

Indicada por Temer para a PGR, Raquel Dodge pediu a prisão de seus aliados
Indicada por Temer para a PGR, Raquel Dodge pediu a prisão de seus aliados

247 - O pedido de prisão de aliados, amigos e ex-assessores de Michel Temer no âmbito da Operação Skala – que investiga se o emedebista recebeu propinas por meio da edição do chamado decreto dos portos e que foi deflagrada nesta quinta-feira (29) pela Polícia Federal – partiu da procuradora-geral da República Raquel Dodge. Ela foi indicada para o cargo pelo próprio Temer.

A autorização das prisões temporárias e dos mandados de busca e apreensão foram autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. Foram presos pelos agentes federais o empresário e advogado José Yunes, apontado como operador do esquema, o presidente da empresa Rodrimar, Antonio Celso Grecco, e ainda o ex-ministro de Agricultura Wagner Rossi, e o coronel aposentado da Polícia Militar de São Paulo João Batista de Lima Filho, apontado como laranja de Temer.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247