Inspirada no Rio, Salvador inaugura mais três "UPPs"

Capital baianaamplia presena policial em comunidades com altas taxas de criminalidade, como Nordeste de Amaralina, Santa Cruz e Chapada do Rio Vermelho, com novas Bases Comunitrias de Segurana

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rebeca Bastos_Bahia247 - Após algumas semanas de atraso, foram inauguradas, nesta terça-feira (27), as Bases Comunitárias de Segurança dos bairros do Nordeste de Amaralina, Santa Cruz, Vale das Pedrinhas e Chapada do Rio Vermelho, em Salvador. A partir desta terça-feira, 360 policiais militares, sob o comando da capitão Roseana Guimarães, serão responsáveis diretamente pela segurança a um contingente de 120 mil pessoas que habitam as três comunidades.

O projeto das bases comunitárias é inspirado nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), como as do Rio de Janeiro, que institui polícias comunitárias em comunidades com altas taxas de criminalidade como forma de desarticular quadrilhas que antes controlavam estes territórios como estados paralelos. Durante a cerimônia de inauguração, que aconteceu na Base do Nordeste de Amaralina, o secretário de Segurança Pública da Bahia (SSP), Maurício Barbosa, explicou que a ocupação do bairro, que começou em março deste ano, não foi recebida com hostilidade pelos traficantes da região.

O governador Jaques Wagner também esteve presente durante a inauguração e ressaltou que não basta a ação policial. Antes de chegar à base localizada no Centro Social Urbano (CSU), Nordeste de Amaralina, o governador inaugurou as instalações das outras duas unidades: na Rua Coréia do Sul, Vale das Pedrinhas; e na Rua Nova República, ao lado do colégio Dionísio Cerqueira, na Santa Cruz. Para o governador, combater a violência e criminalidade "é uma luta prolongada de paciência e de determinação".

Na Bahia, a primeira base de segurança foi inaugurada em de abril na comunidade do Calabar, após ocupação feita pela polícia militar. Desde então, nenhum homicídio foi registrado oficialmente no local. No mês anterior, também já havia ocorrido incursões no Nordeste de Amaralina. A região do Subúrbio Ferroviário será a próxima contemplada pela instalação de mais uma base de segurança na cidade.

Iniciativa privada

A inauguração das bases da região do Nordeste contou com uma novidade, que foi apoio de empresas privadas na doação de materiais de construção e equipamentos necessários à infraestrutura do projeto. Para a reforma e construção das instalações físicas o estado recebeu a mão de obra da OAS e da Queiroz Galvão. As tintas foram doadas pela Fênix Tintas e a os móveis e equipamentos necessários, doados pela Ricardo Eletro e pela Insinuante. As doações e ajudas de custo chegaram a um total de R$ 1 milhão e foram intermediadas pela SSP.

Segundo a SSP dez bairros de Salvador concentraram 63% das ocorrências policiais da capital baiana em 2010 vão ser alvo de ações da Secretaria da Segurança Pública em 2012.

Os bairros que serão contemplados com as ações são Chapada do Rio de Vermelho, Itapuã, Nordeste de Amaralina, Liberdade, Pirajá, Paripe, Periperi, Tancredo Neves, Fazenda Coutos e Pau da Lima. O Calabar fazia parte desta lista, mas segundo a SSP, já houve redução da criminalidade com a instalação base comunitária em abril deste ano. Esses dez bairros concentram a maior ocorrência de crimes graves, como homicídios, assaltos e sequestros.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247