Integrantes do governo duvidam de versão de Salles e dizem que ele terá que provar invasão de sua conta no Twitter

Integrantes do governo Jair Bolsonaro avaliam que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, terá que apresentar alguma prova de que sua conta no Twitter foi invadida e utilizada para atacar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar de o ministro do Meio Ambiente dizer que sua conta nas redes sociais foi usada “indevidamente” para atacar Rodrigo Maia (DEM-RJ), nem mesmo integrantes do governo Jair Bolsonaro e o próprio presidente da Câmara acreditam na versão apresentada por ele. A informação é do blog da jornalista  Bela Megale.

Segundo a reportagem, a avaliação de aliados é que Salles teria “errado” em recuar, pois Maia já havia utilizado o Twitter para criticar o ministro e apoiar o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, após Salles o chamar de “Maria Fofoca”.

A avaliação é que Salles agora terá que apresentar alguma prova, como uma perícia, que comprove que sua conta do Twitter teria sido invadida.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247