Intolerância tucana: Doria manda dissidentes pedirem para sair do seu PSDB

Em evento partidário nesta sexta-feira (24), a menos de uma semana da convenção nacional do PSDB, o governador de São Paulo, João Doria, disse que os filiados que não concordarem com as diretrizes do "novo PSDB" devem sair do partido

Intolerância tucana: Doria manda dissidentes pedirem para sair do seu PSDB

247 - Em evento partidário nesta sexta-feira (24), a menos de uma semana da convenção nacional do PSDB, o governador de São Paulo, João Doria, disse que os filiados que não concordarem com as diretrizes do "novo PSDB" devem sair do partido.

A informação é da jornalista Carolina Linhares, no UOL. Doria fez a afirmação formal de que a discordância é parte da democracia, mas acrescentou que aqueles que não concordarem com o seu partido devem pedir para sair. A fala foi uma referência ao sociólogo Fernando Guimarães, que coordena a frente Esquerda para Valer dentro do PSDB.

Doria parabenizou os dirigentes do PSDB da capital paulista, Fernando Alfredo, e do PSDB estadual, Marco Vinholi, por abrirem um processo no Conselho de Ética do partido para expulsar o sociólogo, diz a reportagem.

"[O filiado] só não vai ter direito, dentro do PSDB, de estabelecer uma linha diametralmente oposta àquela que todos que estão nessa mesa tem como princípio a partir de agora", disse Doria.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

247 faz apelo por debate responsável na internet

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247