Jair Bolsonaro aciona PF contra internauta que comentou publicação sobre apreensão de cocaína

Em post em que Jair Bolsonaro comemorava a maior apreensão de cocaína do ano, no litoral de Pernambuco, um internauta fez um comentário que, segundo o presidente, foi um "deboche"

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Correa - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro disse, em live nesta quinta-feira, 18, que mandou a Polícia Federal investigar um seguidor que fez comentário em sua rede social que o deixou "bastante chateado". Em post em que Bolsonaro comemorava a maior apreensão de cocaína do ano, no litoral de Pernambuco, um internauta fez um comentário que, segundo o presidente, foi um “deboche”:

"Teve um comentário aqui que realmente deixa a gente bastante chateado. Não vou falar o nome todo do cara não, Carlos Eduardo e um sobrenome aqui. E ele falou aqui que quatro meliantes que estavam no veleiro só foram apreendidos porque não pagaram a propina. Então é um trabalho de deboche em cima da Polícia Federal, em cima do pessoal da Marinha do Brasil também", queixou-se Bolsonaro.

"Eu tive que dar uma resposta para ele. E a resposta foi a seguinte: 'Prezado Carlos Eduardo de tal, enviarei sua denúncia à PF'. Ou seja, então, a Polícia Federal, com toda a certeza, vai entrar em contato com o senhor Carlos Eduardo, tem mais o sobrenome dele aqui, para ele então denunciar o pessoal da PF e da Marinha, que só apreenderam os caras porque eles não pagaram a propina, né? Então ele vai se explicar", disse Bolsonaro.

"Ele tem a chance agora de explicar à Polícia Federal o que é que realmente aconteceu. Porque uma acusação dessa a gente não pode aceitar", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email