Janaina Paschoal critica recuo de Temer no corte de ministérios

Coautora do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Janaina Paschol escreve carta à ‘Folha de S. Paulo’ questionado os planos do eventual governo de Michel Temer: “Leio, com preocupação, a notícia de que, assumindo a Presidência, Temer vai aguardar para cortar ministérios. O corte é necessário e precisa ser imediato. O povo não aguenta mais pagar pelo gigantismo inútil. Coragem, Temer!”

Coautora do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Janaina Paschol escreve carta à ‘Folha de S. Paulo’ questionado os planos do eventual governo de Michel Temer: “Leio, com preocupação, a notícia de que, assumindo a Presidência, Temer vai aguardar para cortar ministérios. O corte é necessário e precisa ser imediato. O povo não aguenta mais pagar pelo gigantismo inútil. Coragem, Temer!”
Coautora do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Janaina Paschol escreve carta à ‘Folha de S. Paulo’ questionado os planos do eventual governo de Michel Temer: “Leio, com preocupação, a notícia de que, assumindo a Presidência, Temer vai aguardar para cortar ministérios. O corte é necessário e precisa ser imediato. O povo não aguenta mais pagar pelo gigantismo inútil. Coragem, Temer!” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Coautora do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Janaina Paschol escreve carta à ‘Folha de S. Paulo’ questionado os planos do eventual governo de Michel Temer: “Leio, com preocupação, a notícia de que, assumindo a Presidência, Temer vai aguardar para cortar ministérios. O corte é necessário e precisa ser imediato. O povo não aguenta mais pagar pelo gigantismo inútil. Coragem, Temer!” - leia aqui.

Temer disse em recente entrevista que deve cortar, no maximo, três ministérios, em razão das pressões dos setores afetados: “Não sei se terei condições de diminuir o número de ministérios. Veja o Ministério da Cultura. Minha ideia era fundi-lo com a Educação, mas o pessoal do setor reclamou muito. Acho que cortarei no máximo uns três ministérios. Queria juntar o Desenvolvimento Agrário com a Agricultura, mas os setores não se conformaram. Pretendia também pôr dentro da Justiça o Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, mas não será possível".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247