Janaina Paschoal se revolta e condena “censura” do Twitter contra o Ministério da Saúde

Parecerista do golpe de 2016, a deputada Janaina Paschoal não gostou que a rede social marcou como "informação enganosa" o tweet em que o Ministério da Saúde defende tratamento sem eficácia contra a Covid-19

(Foto: Alesp)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) se revoltou com o Twitter pela plataforma ter notificado neste sábado (16) um tweet do Ministério da Saúde como "informação enganosa" sobre o tratamento da Covid-19. 

Pelo Twitter, a parecerista do golpe de 2016 classificou o ato com "censura". "Gostaria de saber quem são os médicos que compõem a equipe do Twitter, que escolhe quais postagens são, ou não, enganosas! Parece até piada! O Twitter, agora, quer censurar o Ministério da Saúde!", escreveu Janaina. 

O post da pasta chefiada por Eduardo Pazuello, marcado pelo Twitter, incentiva a população a procurar o "tratamento precoce" contra a Covid-19, procedimento que não tem eficácia comprovada. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email