Jandira: condenação de Lula é injusta e com provas fracas

"Não espanta que fizeram de tudo para retirá-lo das eleições em 2018 e agora seguem no lawfare, rompendo o Estado democrático de Direito e as garantias individuais", afirmou a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ)

Jandira: condenação de Lula é injusta e com provas fracas
Jandira: condenação de Lula é injusta e com provas fracas (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

247 - Para a deputada federal pelo PCdoB do Rio de Janeiro, Jandira Feghali, a decisão da juíza federal Gabriela Hardt de condenar o ex-presidente Lula no processo sobre o sítio em Atibaia é a continuação da perseguição política contra o ex-presidente, que representa a ruptura do Estado Democrático de Direito.

"Condenação de Lula por sítio em Atibaia é injusta e com provas fracas, sem peso, forçadas", afirmou a deputada.

"Não espanta que fizeram de tudo para retirá-lo das eleições em 2018 e agora seguem no lawfare, rompendo o Estado democrático de Direito e as garantias individuais", completou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247