Janine articula bancada da Educação no Congresso para 2018

O ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro articula "uma frente de candidatos a deputado federal pela Educação"; segundo o colunista Lauro Jardim, a ideia é eleger, em 2018, pelo menos 10 parlamentares especializados na área "para qualificar a condução de temas educacionais no Congresso"; no Facebook, Janine disse que não sabe se será candidato em 2018, e que, no momento, dedica-se à vida acadêmica, com previsão de lançar um livro dia 18 de agosto

Brasília- DF 10-06-2015 Ministro da educação, Renato Janine Ribeiro, durante audiência púlica para falar sonbre o ENEM Foto Lula Marques
Brasília- DF 10-06-2015 Ministro da educação, Renato Janine Ribeiro, durante audiência púlica para falar sonbre o ENEM Foto Lula Marques (Foto: Aquiles Lins)

Jornal GGN - O colunista Lauro Jardim informou nesta terça (19) que o ex-ministro Renato Janine Ribeiro articula "uma frente de candidatos a deputado federal pela Educação". A ideia é eleger, em 2018, pelo menos 10 parlamentares especializados na área "para qualificar a condução de temas educacionais no Congresso."

No Facebook, Janine disse que apenas conversa a respeito da eleição de uma bancada menos preocupada com números e mais interessada em discutir a "qualidade" do ensino. Ele ainda afirmou que não sabe se será candidato em 2018, e que, no momento, dedica-se à vida acadêmica, com previsão de lançar um livro dia 18 de agosto.

Leia abaixo a publicação do ex-ministro sobre a nota de Lauro Jardim:

"Não deixa de ser uma boa ideia.

Mas esclareço: falei sim disso a várias pessoas. Penso que deveríamos ter um grupo sólido, de vários Estados, de vários partidos,comprometido com a qualidade da educação. Não é (apenas) dinheiro para educação, é qualidade mesmo. Sei que existe uma frente parlamentar a respeito, e é ótimo que assim seja. Mas o ideal é um grupo muito focado na qualidade da educaçao como grande fator a promover a igualdade de oportunidades no País. Gente que discuta o conteúdo mesmo das medidas a propor.

Eu candidato: realmente não sei. Gostei de ser ministro, apesar das dificuldades de um ano terrível. Vi que as demandas eram quase todas concentradas em mais dinheiro. Senti a ausência de debates sobre a qualidade. Mas realmente não sei se gostaria de ser candidato. No momento, estou pondo em dia os livros que queria, há muito tempo, escrever. Dia 18 de agosto, sai o primeiro deles, A Boa Política, pela Companhia das Letras.

Lauro Jardim detalhou muito bem, mas o desenvolvimento da ideia é dele - com quem nunca conversei - não meu. Mas penso que seria muito bom termos um compromisso sério com a qualidade da educaçao, sobretudo básica."

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Brasil

Bivar cogita expulsar Bolsonaro do PSL

A guerra interna no PSL chegou ao seu auge. Com trocas de ofensas públicas, ações da Polícia Federal contra o presidente do Partido Luciano Bivar, golpes nas casas legislativas pelo comando de...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247