Janine: queda de Dilma abriu caixa de Pandora

"Todos fazem o que lhes dá na telha. Por que isso? Penso que tem muito a ver com o afastamento de Dilma. Foi efetuado graças a uma leitura demasiado criativa da Constituição. Houve até senador que disse que ela era inocente, mas ele ia condená-la (em qualquer tribunal, o voto desse julgador seria rejeitado - ou seria contado em favor da acusada).  O resultado: vale tudo", diz o ex-ministro Renato Janine Ribeiro, sobre a zorra em que se transformou o Brasil

O ministro da Educa��o, Renato Janine, divulga os dados da Avalia��o Nacional de Alfabetiza��o (ANA) (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil)
O ministro da Educa��o, Renato Janine, divulga os dados da Avalia��o Nacional de Alfabetiza��o (ANA) (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil) (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Renato Janine Ribeiro, em seu Facebook

Um dia horrivel, como no filme Anarquia. Todos fazem o que lhes dá na telha. Por que isso? Penso que tem muito a ver com o afastamento de Dilma. Foi efetuado graças a uma leitura demasiado criativa da Constituição. Houve até senador que disse que ela era inocente, mas ele ia condená-la (em qualquer tribunal, o voto desse julgador seria rejeitado - ou seria contado em favor da acusada). 

O resultado: vale tudo. 

Já disse mais de uma vez que o impeachment não resolveria nada - e que simplesmente derrotá-lo tampouco resolveria. Defendi o diálogo. Falhou de muitos lados. Dilma não é de dialogar, mas a oposição também recusou outras opções de diálogo - Lula, p ex, dialogaria.

Querendo ganhar tudo, a antiga oposição abriu a caixa de Pandora. 

Se o diálogo não existe, tudo é permitido. Daí, esse horror, com pai matando filho, maluco invadindo a Câmara, enfrentamentos no Rio, Gilmar batendo boca no STF. 

"Criança! não verás nenhum país como este!" - espero que o verso de Bilac possa ser lido como promessa de um país melhor, porque do jeito que vai está difícil.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247