Janine: queda de Dilma abriu caixa de Pandora

"Todos fazem o que lhes dá na telha. Por que isso? Penso que tem muito a ver com o afastamento de Dilma. Foi efetuado graças a uma leitura demasiado criativa da Constituição. Houve até senador que disse que ela era inocente, mas ele ia condená-la (em qualquer tribunal, o voto desse julgador seria rejeitado - ou seria contado em favor da acusada).  O resultado: vale tudo", diz o ex-ministro Renato Janine Ribeiro, sobre a zorra em que se transformou o Brasil

O ministro da Educa��o, Renato Janine, divulga os dados da Avalia��o Nacional de Alfabetiza��o (ANA) (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil)
O ministro da Educa��o, Renato Janine, divulga os dados da Avalia��o Nacional de Alfabetiza��o (ANA) (Antonio Cruz/Ag�ncia Brasil) (Foto: Leonardo Attuch)

Por Renato Janine Ribeiro, em seu Facebook

Um dia horrivel, como no filme Anarquia. Todos fazem o que lhes dá na telha. Por que isso? Penso que tem muito a ver com o afastamento de Dilma. Foi efetuado graças a uma leitura demasiado criativa da Constituição. Houve até senador que disse que ela era inocente, mas ele ia condená-la (em qualquer tribunal, o voto desse julgador seria rejeitado - ou seria contado em favor da acusada). 

O resultado: vale tudo. 

Já disse mais de uma vez que o impeachment não resolveria nada - e que simplesmente derrotá-lo tampouco resolveria. Defendi o diálogo. Falhou de muitos lados. Dilma não é de dialogar, mas a oposição também recusou outras opções de diálogo - Lula, p ex, dialogaria.

Querendo ganhar tudo, a antiga oposição abriu a caixa de Pandora. 

Se o diálogo não existe, tudo é permitido. Daí, esse horror, com pai matando filho, maluco invadindo a Câmara, enfrentamentos no Rio, Gilmar batendo boca no STF. 

"Criança! não verás nenhum país como este!" - espero que o verso de Bilac possa ser lido como promessa de um país melhor, porque do jeito que vai está difícil.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247