Janot cria força-tarefa para apurar Operação Zelotes

O Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) aprovou a criação de uma força-tarefa para atuar especificamente no âmbito da Operação Zelotes, que investiga casos de corrupção no Conselho de Recursos Administrativos Fiscais (Carf); coordenação do grupo ficará sob a responsabilidade do procurador da República Frederico Paiva, que já atua nas investigações ligadas aos desvios verificados no Carf

www.brasil247.com - O Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) aprovou a criação de uma força-tarefa para atuar especificamente no âmbito da Operação Zelotes, que investiga casos de corrupção no Conselho de Recursos Administrativos Fiscais (Carf); coordenação do grupo ficará sob a responsabilidade do procurador da República Frederico Paiva, que já atua nas investigações ligadas aos desvios verificados no Carf
O Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) aprovou a criação de uma força-tarefa para atuar especificamente no âmbito da Operação Zelotes, que investiga casos de corrupção no Conselho de Recursos Administrativos Fiscais (Carf); coordenação do grupo ficará sob a responsabilidade do procurador da República Frederico Paiva, que já atua nas investigações ligadas aos desvios verificados no Carf (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) aprovou, nesta terça-feira (7), a criação de uma força-tarefa para atuar especificamente no âmbito da Operação Zelotes, que investiga casos de corrupção no Conselho de Recursos Administrativos Fiscais (Carf). A coordenação do grupo ficará sob a responsabilidade do procurador da República Frederico Paiva, que já atua nas investigações ligadas aos desvios verificados no Carf.

A criação de uma força-tarefa foi sugerida por Paiva ao procurador –geral da República e presidente do Conselho Superior do MPF, Rodrigo Janot, em função do grande volume de informações e provas existentes no caso. As investigações apontam que o esquema desmontado no Carf pode ter resultado em prejuízos da ordem de R$ 19 bilhões aos cofres públicos. Além de Paiva, Outros três procuradores serão designados para atuar diretamente no caso.

Abaixo, reportagem da Agência Brasil:

PGR cria força-tarefa para intensificar investigações da Operação Zelotes

PUBLICIDADE

André Richter - O Conselho Superior do Ministério Público Federal autorizou hoje (7) a criação de uma força-tarefa para intensificar as investigações da Operação Zelotes, da Polícia Federal, que apura fraudes em processos julgados pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

A investigação é coordenada pelo procurador da República Frederico Paiva e será reforçada pelos procuradores José Alfredo Silva, Raquel Branquinho e Rodrigo Leite Prado. Segundo Paiva, a participação de mais procuradores é necessária diante do volume de provas que devem ser analisadas, como horas de interceptações telefônicas, milhares de e-mails trocados entre os acusados, além de dados bancários e fiscais.

PUBLICIDADE

Deflagrada no dia 26 de março, a Operação Zelotes descobriu um esquema de fraude no Carf, por meio do qual uma quadrilha, segundo a Polícia Federal, fazia um "levantamento" dos grandes processos no conselho, procurava empresas com altos débitos com o Fisco e oferecia "facilidades", como a anulação de multas.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email