Janot não deve pedir inquérito contra Temer

Investigadores da Operação Lava Jato avaliam que, apesar de ter sido citado por delatores, o vice-presidente Michel Temer não deve ser alvo de um pedido de investigação por parte do procurador-geral da República, Rodrigo Janot; isso porque, de acordo com a força-tarefa, as menções ao nome do peemedebista não seriam suficientes para pedir um inquérito

Brasília - O vice-presidente da República, Michel Temer, durante entrevista coletiva no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - O vice-presidente da República, Michel Temer, durante entrevista coletiva no Palácio Itamaraty (Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não deve pedir inquérito contra o vice-presidente da República, Michel Temer, avaliam investigadores da Operação Lava Jato.
Apesar de Temer ter sido citado por delatores na investigação, integrantes da força-tarefa da operação acreditam que não há indícios suficientes para que o peemedebista seja investigado.
Janot pediu nesta segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito em duas linhas de investigação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG).
Nesta terça-feira, ele decidiu fazer um strike, incluindo o nome do ex-presidente Lula e de mais 29 suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247