Janot quer decidir sobre todas as delações antes de deixar o cargo

Procurador-geral da República, cujo mandato termina em 17 de setembro, tem como meta decidir sobre todos os acordos de delação premiada da Lava Jato que estão em sua mesa; ele também estaria empenhado em manter a mesma equipe da força-tarefa

Janot
Janot (Foto: Gisele Federicce)

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tem como meta decidir sobre todos os acordos de delação premiada da Lava Jato que estão em sua mesa antes de deixar o cargo. Seu mandato termina em 17 de setembro.

Segundo a colunista Sonia Racy, do Estadão, Janot também estaria empenhado em manter a mesma equipe da força-tarefa quando sair, a fim de "marcar um fato político". Até porque o novo PGR, quando assumir, pode substituir quem quiser.

Michel Temer avalia fugir à tradição e ignorar a lista tríplice enviada à Presidência da República com os três nomes mais votados internamente no MPF para indicar o substituto do procurador-geral. Desta forma, provavelmente indicaria um engavetador.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247