Jean Wyllys: Bolsonaro usa suposta facada como propaganda política para mobilizar "idiotas de uma seita"

"Nada mais repugnante do que fascista usando doença ou suposto atentado como propaganda política para mobilizar idiotas de uma seita", postou o ex-deputado

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - O ex-deputado federal Jean Wyllys usou suas redes sociais para criticar jair Bolsonaro pelo uso político da internação a que ele foi submetido devido a uma obstrução intestinal supostamente decorrente da facada que ele sofreu durante um ato de campanha em Minas Gerais, em 2018. “Nada mais repugnante do que fascista usando doença ou suposto atentado como propaganda política para mobilizar idiotas de uma seita”, postou Wyllys no Twitter.

As críticas do ex-parlamentar foram feitas na esteira da divulgação de fotos e imagens de Jair Bolsonaro sendo medicado e andando pelo hospital que estão sendo vistas como uma tentativa do ex-capitão recuperar a popularidade visando sua reeleição em 2022. Atualmente, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera as pesquisas de intenção de voto, e poderia ser eleito já no primeiro turno. 

Bolsonaro foi internado nesta segunda-feira (3) no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após um problema de obstrução intestinal enquanto passava férias em Santa Catarina. De acordo com o boletim divulgado pela unidade de saúde, o estado de saúde do chefe do Executivo é considerado estável e os auxiliares mais próximos acreditam que ele poderá ter alta nesta quarta-feira (5).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jornalista e editor do Brasil 247 Joaquim de Carvalho, que realizou um documentário que suscita dúvidas se a facada foi de fato um atentado ao então candidato de extrema direita, publicou um artigo relembrando que “Bolsonaro tem problemas gastrointestinais que o levam para hospitais desde antes da facada ou suposta facada em Juiz de Fora, em 6 de setembro de 2018. Mas ele e aliados continuam a usar o caso Adélio com um enredo político que não se sustenta nos fatos”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira a postagem de Jean Wyllys sobre o assunto. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email