Jefferson preso: fim da linha para o delator

"Caí de pé, entrei pela porta da frente. A minha música é My Way, não me rendi, não ajoelhei e fiz da minha maneira", disse Roberto Jefferson, assim que se entregou; prisão já havia sido decretada na sexta-feira pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, mas a Polícia Federal só recebeu o mandado nesta segunda-feira; ex-deputado foi condenado a sete anos e 14 dias; "Um homem tem que procurar acertar, entendo que o valor supremo da vida é a liberdade. Não sou santo", disse o delator do chamado 'mensalão', que passou por uma avaliação médica antes de ir para o Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, na região metropolitana do Rio

"Caí de pé, entrei pela porta da frente. A minha música é My Way, não me rendi, não ajoelhei e fiz da minha maneira", disse Roberto Jefferson, assim que se entregou; prisão já havia sido decretada na sexta-feira pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, mas a Polícia Federal só recebeu o mandado nesta segunda-feira; ex-deputado foi condenado a sete anos e 14 dias; "Um homem tem que procurar acertar, entendo que o valor supremo da vida é a liberdade. Não sou santo", disse o delator do chamado 'mensalão', que passou por uma avaliação médica antes de ir para o Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, na região metropolitana do Rio
"Caí de pé, entrei pela porta da frente. A minha música é My Way, não me rendi, não ajoelhei e fiz da minha maneira", disse Roberto Jefferson, assim que se entregou; prisão já havia sido decretada na sexta-feira pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, mas a Polícia Federal só recebeu o mandado nesta segunda-feira; ex-deputado foi condenado a sete anos e 14 dias; "Um homem tem que procurar acertar, entendo que o valor supremo da vida é a liberdade. Não sou santo", disse o delator do chamado 'mensalão', que passou por uma avaliação médica antes de ir para o Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, na região metropolitana do Rio (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A Polícia Federal informou, às 12h25 desta segunda-feira 24, ter recebido o mandado de prisão de Roberto Jefferson, delator do chamado 'mensalão'. "[AP 470] Atenção: PF recebeu o mandado de prisão referente a Roberto Jefferson. Ele acaba de se apresentar a policiais federais em sua casa no Rio de Janeiro", publicou a PF em sua conta no Twitter.

A prisão de Jefferson, condenado a sete anos e 14 dias, já havia sido determinada na sexta-feira 21 pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, mas era necessário que a PF recebesse o mandado para poder prendê-lo. Durante o fim de semana, agentes da PF ficaram em frente à casa de Roberto Jefferson, em Levy Gasparian, interior do Rio.

"Um homem tem que procurar acertar, entendo que o valor supremo da vida é a liberdade. Não sou santo", disse Jefferson a jornalistas, assim que se entregou. Ele mostrou o mandado de prisão à equipe de imprensa que estava na frente da casa dele. "Caí de pé. Minha música é 'My way'. Não me rendi, não me ajoelhei e fiz da minha maneira. [...] Faço o bem. Não sou melhor do que ninguém. Mas não foi à toa que fui eleito por seis vezes deputado federal", acrescentou Jefferson.

Mais cedo, ele apareceu na sacada da casa. "Estou em paz. É o meu destino. Tenho que cumprir minha pena", declarou, horas antes de receber a ordem de prisão. Antes de saber em qual prisão cumprirá sua pena, em regime semiaberto - uma vez que foi condenado a sete anos e 14 dias de prisão, portanto, menos do que o limite de oito anos para o semiaberto - ele passará por uma avaliação médica.

Último condenado na Ação Penal 470 a ir para a cadeia, Jefferson disse que, independente de qual seja seu destino, será prisão. No entanto, se mostrou otimista em relação a suportar a punição. "Não sei nem para onde vou, mas é prisão. Deus só dá carga para quem pode carregar. Sou 'harleiro' (motociclista de Harley Davidson) e botafoguense, estou acostumado a sofrer", brincou.

Jefferson voltou a mencionar cansaço e noites mal dormidas à espera de se entregar à Polícia Federal. "[Estou] cansado, essa expectativa não me deixa dormir. Não sou superman, deito, mas não consigo dormir. Isso vai moendo a gente, mas faz parte da luta", afirmou.

Neste domingo, ele saiu para um passeio de moto. Segundo ele, estava "desfrutando" dos últimos momentos de liberdade. Leia reportagem do 247 publicada ontem: Será que valeu a pena, Jeff?Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre a prisão de Jefferson:

Ex-deputado Roberto Jefferson é preso no Rio

Isabela Vieira - O ex-deputado federal Roberto Jefferson se entregou à Polícia Federal na manhã de hoje (24), em casa, no interior do estado. Na última sexta-feira (21), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, determinou a prisão de Jefferson, condenado a sete anos e 11 dias de prisão em regime semiaberto na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Jefferson será levado para a Superintendência da Polícia Federal no centro da cidade do Rio. A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) informou que aguarda a documentação do preso para encaminhá-lo a uma unidade prisional do estado.

Por meio de conta na rede social Twitter, a PF confirmou que recebeu o mandado de prisão do ex-deputado. Os policiais estavam no município de Levy Gasparian, no sul fluminense, desde a última semana esperando o envio do documento pelo STF. O pedido de prisão domiciliar, solicitado pela defesa, em função de problemas de saúde, foi negado pela Justiça.

Na decisão, o presidente do STF, o ministro Joaquim Barbosa, que ouviu os responsáveis pelo sistema prisional no Rio de Janeiro, alegou que é possível oferecer ao réu tratamento médico prescrito dentro da penitenciária. Para justificar o pedido de prisão domiciliar, a defesa do ex-deputado apresentou a dieta nutricional que Jefferson deve seguir.

O ex-deputado condenado no processo do mensalão também foi avaliado por uma junta médica do Instituto Nacional do Câncer (Inca), onde já faz tratamento. Em dezembro de 2013, os médicos afirmaram que o estado de saúde do condenado não exigia cuidados em casa. Os especialistas explicaram que o ex-deputado deve tomar os remédios regulares e seguir a dieta.

A dieta prescrita para Jefferson inclui banana com canela, geleia real e pão preto. No almoço, o prato deve ser ter salada, arroz integral, carne ou salmão defumado e, no jantar, sopa de legumes. Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre a avaliação médica de Jefferson:

Roberto Jefferson fará check-up antes de ir para penitenciária

Isabela Vieira - Preso hoje (24) pela Polícia Federal, o ex-deputado Roberto Jefferson é guardado no Presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte do Rio. Ele será levado para o local antes de fazer uma avaliação médica. Depois de examinado, será definido o local onde cumprirá a pena de sete anos e 14 dias em regime semiaberto. Ele foi condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

"Após a avaliação, será decidida qual a unidade prisional que ficará acautelado, de acordo com seu regime e suas condições de saúde", informa a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap). Jefferson será examinado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Hamilton Agostinho Vieira de Castro, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste.

Na última sexta-feira (21), o Supremo Tribunal Federal (STF) avaliou que o sistema prisional fluminense têm condições de oferecer ao ex-deputado tratamento médico adequado. Por questões médicas, Jefferson deve tomar os remédios regulares e seguir uma dieta.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email