João de Deus retirou R$ 35 milhões de contas bancárias após primeiras denúncias

O médium João de Deus realizou movimentações bancárias recentes em suas contas bancárias, logo após as denúncias de abuso sexual contra ele; segundo informações da força tarefa do Ministério Público de Goiás e da Polícia Civil, na quarta-feira passada, dia 12, quando as primeiras denúncias de abuso sexual já eram conhecidas, foram retirados cerca de R$ 35 milhões de contas bancárias em nome de João de Deus

João de Deus retirou R$ 35 milhões de contas bancárias após primeiras denúncias
João de Deus retirou R$ 35 milhões de contas bancárias após primeiras denúncias

247 - O médium João de Deus realizou movimentações bancárias recentes em suas contas bancárias, logo após as denúncias de abuso sexual contra ele. Segundo informações da força tarefa do Ministério Público de Goiás e da Polícia Civil, na quarta-feira passada, dia 12, quando as primeiras denúncias de abuso sexual já eram conhecidas, foram retirados cerca de R$ 35 milhões de contas bancárias em nome de João de Deus.

O dinheiro foi retirado de aplicações que João de Deus tem em instituições bancárias. Depois das denúncias, vizinhos relataram que ele não mais voltou à sua casa em Abadiânia. A descoberta destas operações fez com que a Polícia de Goiás e o Ministério Público do estado acelerassem o processo para pedir a prisão do médium.

O Ministério Público de Goiás informou neste sábado (15), por nota, que João de Deus já é considerado foragido. Segundo o MP, ele não foi encontrado em todos os endereços possíveis e o comparecimento espontâneo não ocorreu nas 24 horas seguintes à ordem de prisão. Dessa forma, acrescentou o MP estadual, João de Deus pode ser preso por qualquer autoridade policial brasileira ou estrangeira, com auxílio da Interpol, caso saia do país.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247