Jobim: Parlamentares podem voltar com 'faca nos dentes'

Para o ex-presidente do STF Nelson Jobim, a decisão de Edson Fachin, do STF, que paralisou a tramitação do impeachment, cria novo problema para o governo: “Com o recesso do Congresso, parlamentares, ouvindo suas bases, poderão retornar com vontade punitiva, ou, usando expressão de minha terra, com a faca nos dentes”

Para o ex-presidente do STF Nelson Jobim, a decisão de Edson Fachin, do STF, que paralisou a tramitação do impeachment, cria novo problema para o governo: “Com o recesso do Congresso, parlamentares, ouvindo suas bases, poderão retornar com vontade punitiva, ou, usando expressão de minha terra, com a faca nos dentes”
Para o ex-presidente do STF Nelson Jobim, a decisão de Edson Fachin, do STF, que paralisou a tramitação do impeachment, cria novo problema para o governo: “Com o recesso do Congresso, parlamentares, ouvindo suas bases, poderão retornar com vontade punitiva, ou, usando expressão de minha terra, com a faca nos dentes” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – De acordo com o ex-presidente do STF Nelson Jobim, a decisão de Edson Fachin, do STF, de paralisar a tramitação do impeachment, cria novo problema para o governo:

“Com essa paralisação, torna-se cada vez mais difícil ao governo obter uma finalização da decisão da Câmara antes de os deputados retornarem às suas bases eleitorais”, diz ele, em entrevista ao ‘Globo’. Assim, segundo ele, os parlamentares, ouvindo suas bases, “poderão retornar com vontade punitiva, ou, usando expressão de minha terra, com a faca nos dentes”.

Sobre o impeachment de Dilma Rousseff, descarta comparações com Fernando Collor: “Lá estava em jogo a participação do presidente nos atos de corrupção. Hoje não está em jogo a honra da presidente, que ninguém tem posto em dúvida, mas sua administração e afirmados desvios de função narrados na representação” (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247