José Padilha dispara novas criticas a Moro: virou moeda de troca

O diretor José Padilha, que anteriormente era fã do juiz Sérgio Moro e da Operação Lava Jato, voltou a criticar o ministro e disse que ele se tornou uma "moeda de troca" no governo Bolsonaro; "Moro saiu de herói nacional para salame fatiado e entregue para o centrão para aprovar a reforma da previdência", disparou 

José Padilha dispara novas criticas a Moro: virou moeda de troca
José Padilha dispara novas criticas a Moro: virou moeda de troca

247 - O diretor José Padilha, que anteriormente era fã do juiz Sérgio Moro e da Operação Lava Jato, voltou a criticar o ministro e disse que ele se tornou uma "moeda de troca" no governo Bolsonaro. 

Segundo informa o Portal UOL, durante evento para promover a nova temporada de "O Mecanismo", série da Netflix inspirada na Operação Lava Jato, o cineasta afirmou que o ministro, que era o juiz responsável pelas investigações, acabou sendo usado pelo governo.

O diretor de Tropa de Elite criticou: "O Bolsonaro não tem maioria no congresso e está negociando para aprovar as reformas", disse Padilha. "E ele está usando o Moro como moeda de troca. Moro saiu de herói nacional para salame fatiado e entregue para o centrão para provar a reforma da previdência. É assim que vejo o futuro da Lava Jato". 

Questionado sobre o retrato que a série faz de Moro, personificado no personagem Paulo Rigo, Padilha evocou uma comparação com o goleiro Bruno, e disse que a ficção segue uma linha do tempo semelhante à da vida real.

"Quando o Bruno agarrava os pênaltis, eu não podia criticá-lo pelo homicídio que não aconteceu antes. A mesma coisa vale pro Moro. Eu estou contando as coisas que ele fez no começo da Lava Jato. Na primeira temporada a gente não cobre o vazamento da conversa do Lula com a Dilma, porque não tinha acontecido ainda, mas colocamos isso na segunda temporada".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247