Jucá: 'Ou o governo dá um cavalo de pau radical ou não se sustenta'

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) faz uma previsão negativa quanto à situação do país, em entrevista neste sábado (15); "O quadro econômico e político vai se agravar cada dia mais. Cada domingo será pior, pois haverá mais pessoas chorando desemprego, lojas fechando, pessoas sem pagar o carnê na segunda, devendo cheque especial", afirma; segundo ele, a presidente Dilma precisa mudar o governo e diz que o quadro é reversível caso ela se entenda com a sociedade; "Ou o governo dá um cavalo de pau radical ou ele não se sustenta. Mas tenho esperança. Para que existe UTI? Para reanimar o cidadão. O governo está na UTI. Pelo amor de Deus, não racionem o oxigênio! Porque depois vai morrer e aí não adianta, porque já passou a hora. Ou o governo muda, ou o povo muda o governo", sentencia

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) faz uma previsão negativa quanto à situação do país, em entrevista neste sábado (15); "O quadro econômico e político vai se agravar cada dia mais. Cada domingo será pior, pois haverá mais pessoas chorando desemprego, lojas fechando, pessoas sem pagar o carnê na segunda, devendo cheque especial", afirma; segundo ele, a presidente Dilma precisa mudar o governo e diz que o quadro é reversível caso ela se entenda com a sociedade; "Ou o governo dá um cavalo de pau radical ou ele não se sustenta. Mas tenho esperança. Para que existe UTI? Para reanimar o cidadão. O governo está na UTI. Pelo amor de Deus, não racionem o oxigênio! Porque depois vai morrer e aí não adianta, porque já passou a hora. Ou o governo muda, ou o povo muda o governo", sentencia
O senador Romero Jucá (PMDB-RR) faz uma previsão negativa quanto à situação do país, em entrevista neste sábado (15); "O quadro econômico e político vai se agravar cada dia mais. Cada domingo será pior, pois haverá mais pessoas chorando desemprego, lojas fechando, pessoas sem pagar o carnê na segunda, devendo cheque especial", afirma; segundo ele, a presidente Dilma precisa mudar o governo e diz que o quadro é reversível caso ela se entenda com a sociedade; "Ou o governo dá um cavalo de pau radical ou ele não se sustenta. Mas tenho esperança. Para que existe UTI? Para reanimar o cidadão. O governo está na UTI. Pelo amor de Deus, não racionem o oxigênio! Porque depois vai morrer e aí não adianta, porque já passou a hora. Ou o governo muda, ou o povo muda o governo", sentencia (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Romero Jucá (PMDB-RR) faz uma previsão negativa quanto à situação do país, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo deste sábado (15). "O quadro econômico e político vai se agravar cada dia mais. Cada domingo será pior, pois haverá mais pessoas chorando desemprego, lojas fechando, pessoas sem pagar o carnê na segunda, devendo cheque especial". Segundo ele, a presidente Dilma precisa mudar o governo e diz que o quadro é reversível caso ela se entenda com a sociedade.

"Ou o governo dá um cavalo de pau radical ou ele não se sustenta. Mas tenho esperança. Para que existe UTI? Para reanimar o cidadão. O governo está na UTI. Pelo amor de Deus, não racionem o oxigênio! Porque depois vai morrer e aí não adianta, porque já passou a hora. Ou o governo muda, ou o povo muda o governo", sentencia.

Segundo ele, o planejamento do governo não foi bom feito. "A arrecadação federal está caindo, a atividade econômica está caindo, os Estados estão começando a quebrar, os setores que ainda empregaram no primeiro semestre, como comércio e serviços, vão desempregar no segundo semestre, com a classe média com risco de desemprego", diz. Ele defende que a União "corte na própria carne", reduzindo ministérios, fundindo empresas e acabando com estaduais. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email