Juiz do Amazonas diz que absolveria Lula

O presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), juiz Cássio André Borges, causou polêmica nas redes sociais ao afirmar que, se fosse o juiz do 'Caso Triplex', absolveria o ex-presidente Lula "em face da insuficiência de provas"; ele também criticou a conduta de Sergio Moro

O presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), juiz Cássio André Borges, causou polêmica nas redes sociais ao afirmar que, se fosse o juiz do 'Caso Triplex', absolveria o ex-presidente Lula "em face da insuficiência de provas"; ele também criticou a conduta de Sergio Moro
O presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), juiz Cássio André Borges, causou polêmica nas redes sociais ao afirmar que, se fosse o juiz do 'Caso Triplex', absolveria o ex-presidente Lula "em face da insuficiência de provas"; ele também criticou a conduta de Sergio Moro (Foto: Gisele Federicce)

247 - O presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), juiz Cássio André Borges, afirmou nas redes sociais que, se fosse o juiz do 'Caso Triplex', absolveria o ex-presidente Lula "em face da insuficiência de provas".

Professor de Direito, Cássio Borges afirmou que Lula nem pode ser condenado por corrupção passiva, já que não era servidor público quando, em tese, recebeu a vantagem indevida, nem por lavagem de dinheiro, já que a aquisição do apartamento não foi provada.

O magistrado também criticou a conduta do juiz Sérgio Moro, autor da sentença. "Se eu desse palestra sobre combate à corrupção, jamais julgaria esse tipo de crime, porque estaria contaminado intelectualmente pelas minhas convicções. E os réus já entrariam pré-julgados na minha vara! (...) Quem combate crime é polícia e MP", disse. "Juiz é o guardião das garantias constitucionais".

As declarações causaram polêmica, segundo o jornal A Crítica, do Amazonas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247