Juiz intima Bolsonaro e filho a dar explicações sobre indicação para embaixada dos EUA

Um juiz da 1ª Vara Federal da Bahia intimou Jair Bolsonaro e o filho dele Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) a darem explicações sobre a indicação do deputado ao cargo de embaixador do Brasil nos EUA; decisão foi tomada após outro magistrado aceitar um pedido de ação popular movida movida pelo deputado Jorge Solla (PT-BA) contra a nomeação do parlamentar

(Foto: Agência Câmara)

247 - Um juiz da 1ª Vara Federal da Bahia intimou o presidente Jair Bolsonaro e o filho dele Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) a darem explicações sobre a indicação do deputado federal ao cargo de embaixador do Brasil no Estados Unidos. A intimação ocorreu após o juiz André Jackson de Holanda Maurício Júnior, substituto da 1ª Vara Federal, aceitar um pedido de ação popular movida movida pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA) contra a nomeação do parlamentar. A decisão foi publicada na segunda-feira (29).

"O preenchimento de cargos relevantes como Chefe de Missão Diplomática Definitiva em território estrangeiro por parentes próximos do Chefe do Executivo, como por exemplo seus descentes (filho), violam todos os mandamentos constitucionais referentes à impessoalidade e à moralidade", diz um trecho da ação popular, que pede Eduardo Bolsonaro fora da embaixada.

Segundo a decisão do juiz, Jair Bolsonaro e o filho têm cinco dias para se manifestarem. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247