Juíza suspende processo contra Fernando Cury, acusado de assediar a deputada Isa Penna

Juíza Thaissa de Moura Guimarães, da 20ª Vara Cível de Brasília, determinou que o Cidadania suspenda o processo disciplinar contra o deputado estadual Fernando Cury, acusado de assediar sexualmente a deputada estadual Isa Penna (PSOL-SP) durante uma sessão da Alesp

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A juíza Thaissa de Moura Guimarães, da 20ª Vara Cível de Brasília, determinou que o Cidadania suspenda o processo disciplinar contra o deputado estadual Fernando Cury (SP), acusado de assediar sexualmente a deputada estadual Isa Penna (PSOL-SP) durante uma sessão da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Neste domingo (10), o Conselho de Ética do Cidadania recomendou que Cury fosse expulso do partido. 

Segundo a magistrada, o Conselho de Ética da legenda não detalhou a conduta do parlamentar. “Deve haver pormenorização da conduta para ensejar oportunidade de defesa e contraditório", destacou ela em sua decisão. Segundo reportagem do UOL, Thaissa de Moura disse, ainda, que o partido lista apenas "termos genéricos tais como 'lamentáveis fatos' e 'conduta absolutamente incompatível com os princípios do partido'". 

No dia 16 de dezembro, imagens gravadas pelo circuito interno da Alesp mostram Cury abraçando Isa Penna por trás e tocando seus seios. A parlamentar reagiu com um empurrão e afastou Cury, além de ter comunicado o assédio à Mesa Diretora da Casa. Ela também prestou queixa junto ao Ministério Público Estadual e à Polícia Civil. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247