Juíza veta visita de Roger Waters a Lula na prisão

"A visitação em ambiente carcerário, pela natureza que lhe é inerente, não se faz de forma improvisada, tampouco se submete exclusivamente à comodidade do executado e/ou visitante", disse Carolina Lebbos em sua decisão

Juíza veta visita de Roger Waters a Lula na prisão
Juíza veta visita de Roger Waters a Lula na prisão
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, negou o pedido da defesa de Lula para que o músico Roger Waters visitasse o ex-presidente na prisão. O britânico tem feito declarações críticas ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro, chamando-o de fascista.

"A visitação em ambiente carcerário, pela natureza que lhe é inerente, não se faz de forma improvisada, tampouco se submete exclusivamente à comodidade do executado e/ou visitante. Exige programação, fiscalização e controle, a fim de preservar-se a segurança e as atividades do local de custódia", diz a juíza em decisão.

Os advogados pediam que Waters pudesse entrar na carceragem no fim de semana, já que fará show em Curitiba no sábado (27) e terá que deixar a cidade no domingo (28).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247