"Junho de 2013 foi sabotagem internacional contra o Brasil", diz Aldo Rebelo

Segundo o ministro, houve uma “união sinistra” entre a direita e parte da esquerda para tentar colar o “fracasso” na imagem do governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Assista na TV 247

www.brasil247.com - Aldo Rebelo
Aldo Rebelo (Foto: Agência Brasil | Reprodução/Divulgação)


247 - O ex-ministro Aldo Rebelo relembrou na TV 247 os protestos de junho de 2013, classificados por ele como uma “sabotagem” à época contra o governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Para ele, tudo foi armado internacionalmente, “de fora para dentro”. “Aquilo não foi uma coisa espontânea. Aquilo foi criado, orquestrado. Foi um ato de sabotagem contra o Brasil, em primeiro lugar, e contra o governo da Dilma”.

Rebelo destacou o movimento criado neste período chamado de “Não Vai ter Copa”, que tentava embarreirar o torneio que se realizaria no Brasil em 2014. Na época, ele ocupava a cadeira de ministro dos Esportes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-ministro salientou que a direita e parte da esquerda, notadamente o PSOL - citado por ele -, tinham interesses em derrubar Dilma e que, por isso, se aliaram para prejudicar a Copa, o que seria um desastre para a gestão do momento. “A direita achava que podia colar no governo dela [Dilma], em um acontecimento de grande visibilidade interna e externa, o fracasso na gestão. Então se tivesse um fracasso, por razões de atraso de obras, de segurança pública, de mobilidade, esse fracasso ganharia as manchetes do mundo e carimbaria o fracasso na gestão do governo da presidente Dilma. E na esquerda, nesse pessoal aí que também foi para a rua quebrando tudo, era a ideia de que se o PT fracassasse, sobraria uma franja na esquerda para um novo protagonista. Então houve essa união sinistra, sórdida entre esses interesses. Esse pessoal é que depois se transformou ali em Lava Jato. Esse lavajatismo continua no PSOL até hoje. Não estou dizendo que foi todo mundo, mas foi um processo de sabotagem aberto contra esses grandes eventos com esses interesses. Isso eu vi de perto”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email