Justiça amplia para a próxima semana prazo para reativação de radares nas rodovias federais

Decisão do juiz Marcelo Gentil Monteiro , da 1ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, prorrogou para a próxima segunda-feira (23) o prazo para que o governo comprove o pleno restabelecimento da fiscalização por meio do uso de radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais. Prazo inicial vencia nesta segunda

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Decisão do juiz Marcelo Gentil Monteiro , da 1ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, prorrogou para a próxima segunda-feira (23) o prazo para que o governo comprove o pleno restabelecimento da fiscalização por meio do uso de radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais. Na ação, acolhida pela Justiça neste domingo (15), o governo alegava dificuldades administrativas para operacionalizar a reativação da fiscalização. 

Na última quarta-feira (11), o magistrado havia dado um prazo de 72 horas para que a fiscalização nas rodovias federais por meio de radares móveis fosse reativada. A Advocacia-Geral da União (AGU), porém, recorreu da decisão por meio de um parecer da Polícia Rodoviária Federal que considerava uma “providência complexa” a retomada da fiscalização.

Agora, a União terá até o próximo dia 23 para reativar o monitoramento, além de comprovar até a sexta-feira (20) a instalação de parte dos equipamentos nos locais em que as providências tomadas já forem suficientes para a reativação. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247