Justiça decreta prisão de enteado de Arthur Virgílio por envolvimento em morte de engenheiro

A Justiça do Amazonas decretou, na noite da última quinta-feira, a prisão temporária de Alejandro Molina Valeiko, enteado do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB)

Arthur Virgílio Neto
Arthur Virgílio Neto (Foto: Mário Oliveira/SEMCOM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Justiça do Amazonas decretou, na noite da última quinta-feira, a prisão temporária de Alejandro Molina Valeiko, enteado do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB). Valeiko é suspeito de envolvimento na morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, encontrado morto na tarde de segunda-feira. Outros cincos mandados também foram expedidos, de acordo com informações do portal G1. 

De acordo com as investigações, Santos foi sequestrado na madrugada de segunda-feira durante uma festa no condomínio de luxo em que mora Valeiko, em Manaus . O corpo do engenheiro foi encontrado mais tarde, no bairro Tarumã, Zona Oeste da capital do Amazonas. 

O prefeito se manifestou sobre o caso pelas redes sociais, no início da semana. Vírgilio Neto confirmou que o filho de sua mulher, Elisabeth Valeiko, é usuário de drogas e disse ainda que dois homens encapuzados o imóvel do enteado para cobrar "dinheiro a um dos presentes". De acordo com a mãe de Valeiko,  o filho está internado em uma clínica de reabilitação desde que prestou depoimento à polícia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247