Justiça determina e Bolsonaro publica pedido de desculpas a Maria do Rosário

O presidente Jair Bolsonaro publicou nota de retratação nas redes sociais, em que pede desculpas à deputada Maria do Rosário (PT-RS) por ofensas proferidas em 2014, quando disse que a parlamentar "não merecia ser estuprada" porque ele a achava "feia"

Justiça determina e Bolsonaro publica pedido de desculpas a Maria do Rosário
Justiça determina e Bolsonaro publica pedido de desculpas a Maria do Rosário

247 - Cumprindo determinação judicial, o presidente Jair Bolsonaro publicou nota de retratação em suas redes sociais onde pede desculpas à deputada Maria do Rosário (PT-RS) por ter dito que ela "não merecia ser estuprada". Além da retratação pública, o presidente foi condenado a pagar R$ 10 mil por danos morais.

A indenização se refere ao episódio em que Bolsonaro, em 2014, disse que Maria do Rosário "não merecia ser estuprada" porque ele a considera "muito feia" e ela não faz o "tipo" dele.

"Em razão de determinação judicial, venho pedir desculpas publicamente pelas minhas falas passadas dirigidas à deputada federal Maria do Rosário Nunes", diz um trecho da nota anexada em postagem nas redes sociais.

Bolsonaro diz que ele teria sido "injustamente ofendido pela congressista", que o chamou de "estuprador". "Retruquei afirmando que ela não merecia ser estuprada".

O texto ainda diz que Bolsonaro tem "integral e irrestrito respeito às mulheres" e disse que uma demonstração disso foi, em sua posse, deixar a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, discursar antes dele.

"Já no dia da minha posse como Presidente da República, o protagonismo foi feminino, tento a Primeira Dama discursado antes mesmo do Presidente, com a naturalidade que tratamos essas questões em nossas vidas", afirma.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247