Justiça nega recurso da defesa e acusados de matar Marielle Franco vão a júri popular

A decisão tomada de forma unânime pelos desembargadores da 1ª Câmara Criminal faz com que Ronnie Lessa e Élcio Queiroz sejam levados a júri popular

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - A Justiça do Rio de Janeiro negou nesta terça-feira (9) o recurso das defesas dos acusados de serem os autores do homicídio da ex-vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes.

A decisão tomada de forma unânime pelos desembargadores da 1ª Câmara Criminal faz com que Ronnie Lessa e Élcio Queiroz sejam levados a júri popular.

Os dois respondem por duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, emboscada e sem dar chance de defesa às vítimas, e estão presos no presídio federal de Porto Velho.

O advogado de Ronnie Lessa, Bruno Castro, autor do recurso, citou uma testemunha que teria dito que o atirador que disparou contra o carro onde estava Marielle era negro. As informações foram publicadas pelo portal G1.

"Eu desafio a acusação trazer qualquer fato concreto que possa colocar o Ronnie Lessa na cena do crime. É muito simples o Ministério Público argumentar que ele teria deixado esse celular na Barra da Tijuca sem provas. Temos a comprovação com prova técnica que ele estava na Barra da Tijuca", disse.

Já as advogadas que representam Marielle e Anderson defenderam que as provas obtidas pelo Grupo de Apoio Especializado e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público e pela Delegacia de Homicídios da Capital possuem elementos suficientes para levar Ronnie Lessa e Élcio Queiroz a júri popular.

"Provas periciais não deixam dúvidas sobre indícios de autoria", disse uma das advogadas.

Ronnie Lessa é apontado como autor dos disparos que mataram Marielle e Anderson. Élcio é acusado de dirigir o carro usado nos assassinatos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email