Kataguiri diz que governo Bolsonaro é de um 'amadorismo muito grande'

"É um nível de amadorismo muito grande, mesmo para quem está num 1º mandato", disse Kim Kataguiri, um dos líderes do MBL que insuflou as manifestações pelo impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff, sobre o governo Jair Bolsonaro e o PSL; Kim foi eleito deputado federal pelo DEM de São Paulo, sendo seu primeiro cargo eletivo

Kataguiri diz que governo Bolsonaro é de um 'amadorismo muito grande'
Kataguiri diz que governo Bolsonaro é de um 'amadorismo muito grande' (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

247 - Depois de ganhar espaço na grande mídia por ser o braço da direita na campanha do golpe de 2016, Kim Kataguiri, um dos líderes do MBL, foi eleito deputado federal pelo DEM de São Paulo, sendo seu primeiro cargo eletivo.

Na disputa da audiência para ser eleito o mais conservador nas redes sociais, o estreante que estimulou o ambiente de ódio na política, levando a eleição de Jair Bolsonaro, não poupa críticas a atuação do governo e a sua líder no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP). Em entrevista ao site Poder360, chamou o governo Bolsonaro de amador.

"É um nível de amadorismo muito grande, mesmo para quem está num 1º mandato. Quem quer votar é o governo, quem quer falar é a oposição. Isso é uma dinâmica que fica clara já na 1ª semana que você participa de qualquer comissão ou do plenário da Câmara dos Deputados", afirmou Kim, se referindo à conduta de Joice durante a votação da reforma da Previdência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara.

"Eu acho que não faz o menor sentido o governo, tanto na figura da deputada Joice Hasselmann quanto na de outros parlamentares do PSL, obstruir a própria votação usando tempo de fala. Ao governo interessa votar a reforma, não interessa holofote, não interessa aparecer. Quem se interessa em aparecer, bater bumbo, fazer com que a sessão se prolongue para não votar é a oposição", disse.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247