Kátia Abreu pede que CNMP remova Dallagnol de comando da Lava Jato

Senadora Kátia Abreu (PDT-TO) pediu que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) promova a “remoção por interesse público” do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Operação Lava Jato

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) ingressou junto ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) com um pedido de “remoção por interesse público” do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Operação Lava Jato. 

Segundo reportagem da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a parlamentar “explora o revés imposto pelo Supremo a ele com a proibição de um fundo da Lava Jato com dinheiro recuperado da Petrobras e os questionamentos à remuneração obtida por Deltan ao longo da operação com a realização de palestras”. 

Na peça em que pede o afastamento de Dallagnol, Kátia diz que que o “presente pedido de remoção por interesse público não representa um ato de hostilidade à operação Lava Jato, mas sim uma medida que busca atender ao interesse público e conferir credibilidade à persecução penal conduzida pela força-tarefa”, além de “resguardar as condições de atuação minimamente isenta do Ministério Público enquanto instituição”. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247