Konder Comparato: “Não está fora de cogitação um novo golpe”

O jurista teme uma "intervenção extralegal" diante da desmoralização da classe política e do poder oligárquico; o governo, de pouca legitimidade, e o Congresso desmoralizado continuarão a aprovar reformas "inconstitucionais", salvo uma intervenção do Ministério Público ou da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), acredita; enquanto isso, os políticos buscarão formas de escapar das acusações; confira sua entrevista à CartaCapital

Fábio Konder Comparato
Fábio Konder Comparato (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em entrevista à CartaCapital, o jurista Fábio Konder Comparato disse temer um novo golpe de estado, uma "intervenção extralegal" diante da desmoralização da classe política e do poder oligárquico. O governo, de pouca legitimidade, e o Congresso desmoralizado continuarão a aprovar reformas "inconstitucionais", salvo uma intervenção do Ministério Público ou da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), diz ele. Enquanto isso, os políticos buscarão formas de escapar das acusações.

"Os parlamentares vão empurrar com a barriga e fazer o possível para a Lava Jato não avançar em relação a eles. Agora será feita a instrução desses inquéritos. Vai levar um tempo considerável. É bem possível outra intervenção extralegal para impedir a continuação disso tudo. Não está fora de cogitação um novo golpe de Estado", prevê Comparato.

Questionado de onde viria esse golpe, ele respondeu: "Da oligarquia, basicamente. A oligarquia no Brasil é composta de dois grupos intimamente associados: os empresários e os proprietários, de um lado, e os principais agentes do Estado, do outro. Evidentemente a Lava Jato desmoraliza ambos os grupos". Confira aqui a íntegra da entrevista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247