Kotscho: o que Temer ainda está esperando para renunciar?

"Num cenário de perda de emprego e renda, os preços dos alimentos e outros produtos de primeira necessidade já dispararam, investimentos foram adiados ou cancelados, o clima de insegurança é crescente nos mercados e nas ruas. Por que Michel Temer não renuncia de uma vez. O que falta ainda?", questiona o jornalista Ricardo Kotscho

Kotscho: o que Temer ainda está esperando para renunciar?
Kotscho: o que Temer ainda está esperando para renunciar?

247 - O jornalista Ricardo Kotscho afirmou nesta segunda-feira, 28, em meio ao oitavo dia de greve dos caminhoneiros, que põe o governo de joelhos, Michel Temer perdeu o que ainda restava de qualquer condição de governabilidade. 

"O que pode levar alguém a chegar a este ponto de humilhação, sem ter mais condições de reagir, só para continuar no poder? Ninguém mais presta atenção no que ele fala, não acredita no que diz, e isso não tem volta", diz Kotscho. 

"Já está com a vida ganha. Não seria melhor para ele e para nós todos que fosse cuidar da família e deixasse o país em paz? As reações dele frente ao movimento dos caminhoneiros, que há uma semana paralisa o país, foram as piores possíveis e deram provas sucessivas de que perdeu o controle do governo", diz o jornalista. 

Para Ricardo Kotscho, não há nenhuma saída pacífica à vista no horizonte, na ausência de lideranças e interlocutores confiáveis em busca de uma solução.

"A paralisação dos caminhões pode até acabar nas próximas horas, mas já está marcada outra, desta vez dos petroleiros, e depois o que virá? Num cenário de perda de emprego e renda, os preços dos alimentos e outros produtos de primeira necessidade já dispararam, investimentos foram adiados ou cancelados, o clima de insegurança é crescente nos mercados e nas ruas. Por que Michel Temer não renuncia de uma vez. O que falta ainda?", questiona. 

Leia o texto na íntegra no Balaio do Kotscho

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247