Kotscho: privilégios da elite estão todos dentro das leis deles

O jornalista Ricardo Kotscho criticou nesta quarta-feira, 14, a defesa dos privilégios do Poder Judiciário e das elites brasileiras; "Quem vai julgar os penduricalhos do Judiciário? O próprio Judiciário, ora pois, que não tem pressa nenhuma em cuidar do assunto", diz; Kotscho também condenou o fato do apresentador Luciano Huck e do prefeito João Doria (PSDB) terem emprestado dinheiro no BNDES para comprar jatinhos; "Vai você ao banco para financiar um carro usado, pode ser uma lata velha, e verá quanto te cobram de juros"

O jornalista Ricardo Kotscho criticou nesta quarta-feira, 14, a defesa dos privilégios do Poder Judiciário e das elites brasileiras; "Quem vai julgar os penduricalhos do Judiciário? O próprio Judiciário, ora pois, que não tem pressa nenhuma em cuidar do assunto", diz; Kotscho também condenou o fato do apresentador Luciano Huck e do prefeito João Doria (PSDB) terem emprestado dinheiro no BNDES para comprar jatinhos; "Vai você ao banco para financiar um carro usado, pode ser uma lata velha, e verá quanto te cobram de juros"
O jornalista Ricardo Kotscho criticou nesta quarta-feira, 14, a defesa dos privilégios do Poder Judiciário e das elites brasileiras; "Quem vai julgar os penduricalhos do Judiciário? O próprio Judiciário, ora pois, que não tem pressa nenhuma em cuidar do assunto", diz; Kotscho também condenou o fato do apresentador Luciano Huck e do prefeito João Doria (PSDB) terem emprestado dinheiro no BNDES para comprar jatinhos; "Vai você ao banco para financiar um carro usado, pode ser uma lata velha, e verá quanto te cobram de juros" (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Ricardo Kotscho criticou nesta quarta-feira, 14, a defesa dos privilégios do Poder Judiciário e das elites brasileiras. "Sempre foi assim em qualquer época e regime no Brasil: quem faz as leis e quem é responsável pelo seu cumprimento cuida em primeiro lugar dos seus próprios interesses e da sua classe", diz ele. 

Segundo Kotscho, a única diferença é que agora é tudo "mais escrachado, à luz do dia", pouco importa o aspecto ético e moral destes privilégios que se acumularam ao longo do tempo.

"Quem vai julgar os penduricalhos do Judiciário? O próprio Judiciário, ora pois, que não tem pressa nenhuma em cuidar do assunto. Quem vai julgar o foro privilegiado dos governantes e parlamentares? O Congresso Nacional, quem mais poderia ser, ou vocês acham que isso é coisa para gente de fora do poder?", questiona. 

Ricardo Kotscho também criticou o fato do apresentador Luciano Huck e do prefeito João Doria (PSDB) terem emprestado dinheiro no BNDES para comprar jatinhos. "Vai você ao banco para financiar um carro usado, pode ser uma lata velha, e verá quanto te cobram de juros. Juros de 3% ao ano _ ao ano! _ para comprar jatinho é só para quem pode, como já disse certa vez o senador Tasso Jereissati, o tucano cearense que queria refundar o PSDB, e depois sumiu", diz.

"E assim voltamos aos monárquicos tempos do Império até com a tentativa, por enquanto fracassada, de revogar a Lei Áurea. É só o que falta. Parece que a República não deu muito certo entre nós", diz ele. 

Leia o artigo na íntegra no Balaio do Kotscho

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247