Lava Jato: STJ nega liberdade a executivos da OAS

Pedidos de habeas corpus foram feitos neste domingo 16 pelos advogados de cinco presos na sétima etapa da Operação Lava Jato, todos eles executivos e funcionários da construtora OAS; decisão foi oficializada nesta segunda-feira pelo desembargador Newton Trisotto, ministro interino do STJ

Pedidos de habeas corpus foram feitos neste domingo 16 pelos advogados de cinco presos na sétima etapa da Operação Lava Jato, todos eles executivos e funcionários da construtora OAS; decisão foi oficializada nesta segunda-feira pelo desembargador Newton Trisotto, ministro interino do STJ
Pedidos de habeas corpus foram feitos neste domingo 16 pelos advogados de cinco presos na sétima etapa da Operação Lava Jato, todos eles executivos e funcionários da construtora OAS; decisão foi oficializada nesta segunda-feira pelo desembargador Newton Trisotto, ministro interino do STJ (Foto: Gisele Federicce)

247 – O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, em decisão proferida nesta segunda-feira 17, pedido de liberdade feito por advogados de cinco presos na sétima etapa da Operação Lava Jato, na última sexta-feira 14.

Todos eles são executivos e funcionários da construtora OAS e suspeitos de envolvimento no esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina. Eles já haviam tido o pedido negado no sábado, pelo TRF-4, da Região Sul. A defesa poderá agora recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Os presos da OAS, assim como os outros funcionários de executivos de empreiteiras detidos na sexta-feira, estão na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Foram presos temporariamente o presidente da companhia, José Aldemário Pinheiro Filho, Mateus Coutinho de Sá Oliveira, funcionário em São Paulo, e Alexandre Portela Barbosa, advogado da empresa. Já José Ricardo Nogueira Breghirolli, funcionário da companhia em São Paulo, e Agenor Franklin Magalhães Medeiros, diretor-presidente da Área Internacional da OAS, foram presos preventivamente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247