Leilão do pré-sal é um desastre nacional, diz Gilberto Bercovici

Em entrevista à TV 247, o professor de direito da USP e especialista na legislação que regula o setor de petróleo no Brasil, Gilberto Bercovici, disse que venda de campos do pré-sal feito à multinacionais pelo governo Michel Temer a preços irrisórios fere a soberania do País; "Ele consuma o processo de entrega das reservas petrolíferas do Brasil", disse Bercovici aos jornalistas Leonardo Attuch e Paulo Moreira Leite; ele lembra que o leilão do pré-sal já sem o regime de partilha, pelo qual a Petrobras deixa de ser a operadora única dos campos, quebra uma tradição de mais de 70 anos em relação à soberania brasileira sobre o petróleo; "É um fato inédito no mundo um país abrir da exploração de suas próprias reservas"; assista à entrevista na íntegra

Em entrevista à TV 247, o professor de direito da USP e especialista na legislação que regula o setor de petróleo no Brasil, Gilberto Bercovici, disse que venda de campos do pré-sal feito à multinacionais pelo governo Michel Temer a preços irrisórios fere a soberania do País; "Ele consuma o processo de entrega das reservas petrolíferas do Brasil", disse Bercovici aos jornalistas Leonardo Attuch e Paulo Moreira Leite; ele lembra que o leilão do pré-sal já sem o regime de partilha, pelo qual a Petrobras deixa de ser a operadora única dos campos, quebra uma tradição de mais de 70 anos em relação à soberania brasileira sobre o petróleo; "É um fato inédito no mundo um país abrir da exploração de suas próprias reservas"; assista à entrevista na íntegra
Em entrevista à TV 247, o professor de direito da USP e especialista na legislação que regula o setor de petróleo no Brasil, Gilberto Bercovici, disse que venda de campos do pré-sal feito à multinacionais pelo governo Michel Temer a preços irrisórios fere a soberania do País; "Ele consuma o processo de entrega das reservas petrolíferas do Brasil", disse Bercovici aos jornalistas Leonardo Attuch e Paulo Moreira Leite; ele lembra que o leilão do pré-sal já sem o regime de partilha, pelo qual a Petrobras deixa de ser a operadora única dos campos, quebra uma tradição de mais de 70 anos em relação à soberania brasileira sobre o petróleo; "É um fato inédito no mundo um país abrir da exploração de suas próprias reservas"; assista à entrevista na íntegra (Foto: Aquiles Lins)

TV 247 - O professor de direito da Universidade de São Paulo (USP) Gilberto Bercovici fez críticas ao leilão de campos de petróleo do pré-sal realizado pelo governo de Michel Temer. 

Especialista na legislação que regula o setor de petróleo no Brasil, Bercovici disse o leilão é um "desastre em termos nacionais". "Ele consuma o processo de entrega das reservas petrolíferas do Brasil, particularmente do pré-sal, mas que se iniciou com o Fernando Henrique e aprofundou no governo golpista de Michel Temer", disse Bercovici aos jornalistas Leonardo Attuch e Paulo Moreira Leite. 

O professor da USP lembra que o leilão do pré-sal já sem o regime de partilha, pelo qual a Petrobras deixa de ser a operadora única dos campos, quebra uma tradição de mais de 70 anos em relação à soberania brasileira sobre o petróleo. "Desde a criação da Petrobras, nunca deixaram essas empresas chegarem", afirmou. 

"É um fato inédito no mundo um país abrir da exploração de suas próprias reservas", acrescentou Bercovici, ao comentar a descobertas dos campos do pré-sal, que representou um avanço gigantesco no volume de reservas  brasileiras. 

Assista à entrevista na íntegra: 

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247