Lenio Streck questiona Moro: 'se encontrar com Paulo Guedes e negociar o cargo de ministro é corrupção ou não?'

Jurista e integrante do Prerrogativas lembrou da atuação de Moro pelo cargo de ministro de Bolsonaro ainda quando era juiz

www.brasil247.com - Lenio Streck e Sergio Moro
Lenio Streck e Sergio Moro (Foto: Reprodução/Divulgação | Marcelo Casal/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O advogado e jurista Lenio Streck, integrante do grupo Prerrogativas, contestou o ex-juiz parcial Sérgio Moro em sua pauta monotemática, o combate à corrupção. 

Pelo Twitter, Streck citou trecho do livro do ex-magistrado suspeito, "Contra o sistema de corrupção", em que ele confessa ter se reunido com Paulo Guedes, à época já anunciado como possível ministro da Economia de Jair Bolsonaro. "Moro só tem uma pauta: corrupção. OK. O que é corrupção? Por exemplo, Moro confessa no seu livro (p.122) que dias antes do 2. Turno em 2018 comeu churras com P.Guedes. Pauta do ágape: negociação do cargo de Ministro! Bingo! Questão para concurso: não é corrupção? Sim ou não?", questionou Lenio Streck.

Em entrevista à revista Veja, que circula nesta sexta-feira (14), Moro afirmou que os advogados do Prerrogativas “trabalham pela impunidade de corruptos”. Também nesta sexta, o ex-juiz e pré-candidato a presidente pelo Podemos usou as redes sociais para atacar o advogado Antonio Claudio Mariz de Oliveira, que integra o grupo. "Leio na Folha que o líder do clube dos advogados pela impunidade ("o crime já aconteceu, o que adianta punir?") é contra o meu projeto de reforma da Justiça. Pelo jeito, estamos mesmo fazendo a coisa certa já que os advogados de corruptos são contra”, postou Moro.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email