Léo Pinheiro aponta que Maia recebeu R$ 1 milhão para apresentar emenda da OAS

Ex-presidente da empresa disse que o deputado apresentou emenda parlamentar redigida pela própria empreiteira, que tinha interesse em concessões para explorar aeroportos

Rodrigo Maia
Rodrigo Maia (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Revista Fórum - Um dos trechos da delação premiada de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, aponta que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), apresentou uma emenda parlamentar redigida pela própria empresa, que defendia os interesses da empreiteira em uma medida provisória (MP), de acordo com informações do Blog de Bela Megale, em O Globo.

Pinheiro declarou que pagou R$ 1 milhão a Maia por sua atuação, por intermédio de doações oficiais à campanha eleitoral de 2014 de seu pai, Cesar Maia (DEM), ao Senado Federal.

A OAS, ainda segundo Pinheiro, tinha interesse em concessões para explorar aeroportos. A emenda proposta por Maia e feita pela empreiteira, conforme delação premiada, dizia que “qualquer aeroporto privado deverá ter isonomia de impostos e taxas com aeroportos concorrentes”, o que beneficiaria a OAS.

Leia mais na Fórum.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247