Lewandowski autoriza entrevista de Lula, mas deixa palavra final para Toffoli

Com a decisão, Lewandowski atendeu a um pedido feito por Lula para que seja liberado para dar entrevista a todos os órgãos de imprensa que requisitarem; caberá a Toffoli decidir, por exemplo, sobre o momento em que Lula irá falar

Lewandowski autoriza entrevista de Lula, mas deixa palavra final para Toffoli
Lewandowski autoriza entrevista de Lula, mas deixa palavra final para Toffoli
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, autorizou o ex-presidente Lula a conceder entrevista da prisão, mas deixou que o presidente da Corte, Dias Toffoli, dê a palavra final sobre a questão, informa o Jota. Com a decisão, Lewandowski atendeu a um pedido feito por Lula para que seja liberado para dar entrevista a todos os órgãos de imprensa que requisitarem. 

Caberá a Toffoli decidir, por exemplo, sobre o momento em que Lula irá falar. A palavra final foi repassada para Toffoli depois que o ministro Luiz Fux derrubou a decisão anterior de Lewandowski sobre o mesmo tema, entendimento que foi confirmado por Toffoli.

A reclamação protocolada pelos advogados do ex-presidente afirma que a medida é uma "homenagem à liberdade de pensamento e à liberdade de imprensa".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247