Lewandowski, do STF, aceita receber militantes há 10 dias em greve de fome

Os sete militantes em greve de fome pela liberdade de Lula serão recebidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski; há dez dias sem comer nada, os grevistas já começam a passar e precisam de cuidados médicos; "O Supremo dirá quando a greve de fome terminará", declarou Frei Sérgio, um dos grevistas

Lewandowski, do STF, aceita receber militantes há 10 dias em greve de fome
Lewandowski, do STF, aceita receber militantes há 10 dias em greve de fome

Por Blog do Esmael - Os sete militantes em greve de fome pela liberdade de Lula serão recebidos pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. O ministro Marco Aurélio Mello também poderá receber os ativistas nos próximos dias, segundo Frei Sérgio Gorgen, um dos grevistas.

Na tarde desta quarta (8), o senador Roberto Requião entrevistou os grevistas no Centro Cultural Brasília. "Os grevistas mostraram que são sérios e que têm um projeto além da libertação de Lula. É também pela libertação do Brasil", testemunhou o parlamentar.

Há dez dias sem comer nada, os grevistas já começam a passar mal. Segundo o grupo formado por militantes de pequenos agricultores e sem terra, Zonália Santos, de Rondônia, precisou ser hospitalizada ontem.

"O Supremo dirá quando a greve de fome terminará", declarou Frei Sérgio.

Além de Frei Sérgio e Zonália Santos, estão em greve de fome os militantes Jaime Pacífico, Rafaela Alves, Luiz Gonzaga Silva e Leonardo Nunes Soares.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247