Lewandowski irá relatar ação do PT para investigar Dallagnol e Pozzobon

Pedido feito por parlamentares do PT para que o STF determine a abertura de uma investigação contra os procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon terá como relator o ministro Ricardo Lewandowski; ação pede que seja apurado se eles usaram o "prestigio" obtido com a Lava Jato para auferir lucros, como revelado pelo The Intercept

(Foto: STF | ABr | Reprodução)

247 - O pedido feito por parlamentares do PT para que o Supremo Tribunal Federal (STF) determine a abertura de uma investigação contra os procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon terá como relator o ministro Ricardo Lewandowski, crítico aos excessos cometido no âmbito da Lava Jato. Lewandowski também já havia recebido, este mês, uma demanda feita pelo PT para que o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, também seja investigado. 

Na ação, distribuída na última sexta-feira (19), o PT pede que seja investigado se os procuradores teriam utilizado o prestígio obtido com a operação para ganhar dinheiro por meio de palestras. Em um dos diálogos revelados pelo site The Intercept, em parceria com a Folha de S. Paulo, Dallagnol sugere à esposa a participação em palestras e eventos para auferir lucros.

“Vamos organizar congressos e eventos e lucrar, ok? É um bom jeito de aproveitar nosso networking e visibilidade', escreveu o procurador na ocasião. (Leia no Brasil 247)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247