Líder do PT diz que Maia descarta abrir impeachment de Bolsonaro

“Ele [Maia] disse que não vai abrir [o processo de impeachment]”, anunciou o deputado Enio Verri a jornalistas nesta segunda-feira

Enio Verri
Enio Verri (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Enio Verri (PR), líder do PT na Câmara, afirmou nesta segunda-feira (1) que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não vai abrir o processo de impeachment contra Jair Bolsonaro, como vem sendo especulado desde cedo.

“Ele [Maia] disse que não vai abrir [o processo de impeachment]”, anunciou Verri a jornalistas, ao sair do gabinete da presidência da Câmara, segundo site Metrópoles. 

O líder do PT se reuniu com Maia para resolver a questão da adesão da sigla ao bloco do candidato Baleia Rossi (MDB-SP). O Partido dos Trabalhadores havia realizado o registro na Mesa Diretora após o prazo, que vencia às 12h.

O candidato de Rodrigo Maia à presidência da Câmara, Baleia Rossi, deve ser derrotado pelo deputado Arthur Lira (PP-AL), apoiado por Jair Bolsonaro. Nesta segunda-feira, o DEM anunciou a saída do grupo de apoio a Baleia Rossi. Desgastado, Maia anunciou que deixará a legenda. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email