Luciano Hang diz que saída de Moro é triste e que "não temos que ter mais crises do governo"

O dono da Havan lamentou a saída de Moro, considerado por Hang o "herói" do governo federal, e pediu unidade para "passar por esse momento"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Dono da Havan e apoiador declarado de Jair Bolsonaro, Luciano Hang se disse "triste" e decepcionado pela saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça, informa a Folha de S. Paulo.

Ele classificou Moro como "herói" brasileiro e disse que "não temos que ter mais crises do governo". "A saída do Moro me deixa decepcionado. Neste momento estamos vivendo uma crise de saúde, política, e uma crise econômica, e não temos que ter mais crises do governo. Temos que agora nos unir para passar esse momento. Estou muito triste. O Moro deixa um legado para o país inimaginável, sou fã de carteirinha dele, e ele é meu herói", disse Hang à Folha.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247