Luis Felipe Miguel: o objetivo de Weintraub é adestrar e não educar

O cientista político Luis Felipe Miguel criticou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, após o chefe do MEC demonstrar incômodo com a palavra "educação". "Acho que a palavra que ele estava procurando, que corresponde ainda melhor a seu projeto, é outra: 'adestramento'", disse

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cientista político Luis Felipe Miguel criticou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, após o chefe do MEC demonstrar incômodo com a palavra "educação".

"O ministro da Educação quer vetar o uso da palavra 'educação' - é 'ideologizada', diz ele. Acho coerente. Está em campanha contra a educação, então que ataque a palavra também", escreveu o analista no Twitter.

"No lugar de 'educação', ele quer que se fale em 'ensino'. Mas acho que a palavra que ele estava procurando, que corresponde ainda melhor a seu projeto, é outra: 'adestramento'", acrescentou.

Segundo Weintraub, "quem educa é a família. A gente ensina". "Ensina a ler, ensina um ofício", disse ele em evento organizado em São Paulo por um sindicato patronal do ensino superior privado, o Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email