Luis Miguel: Lula é perseguido por um aparelho repressivo e violento

"Lula é muito mais do que seu partido, seus governos, suas políticas, suas declarações. Lula é o símbolo de que as hierarquias sociais no Brasil podem ser desafiadas. Lula é a prova de que o Estado brasileiro pode agir para minorar as privações dos mais pobres. Lula é a encarnação da esperança de um país melhor", diz o cientista político Luis Felipe Miguel; "Defender Lula contra a prisão injusta e arbitrária é defender os direitos de um cidadão perseguido por um aparelho repressivo discricionário e violento"

"Lula é muito mais do que seu partido, seus governos, suas políticas, suas declarações. Lula é o símbolo de que as hierarquias sociais no Brasil podem ser desafiadas. Lula é a prova de que o Estado brasileiro pode agir para minorar as privações dos mais pobres. Lula é a encarnação da esperança de um país melhor", diz o cientista político Luis Felipe Miguel; "Defender Lula contra a prisão injusta e arbitrária é defender os direitos de um cidadão perseguido por um aparelho repressivo discricionário e violento"
"Lula é muito mais do que seu partido, seus governos, suas políticas, suas declarações. Lula é o símbolo de que as hierarquias sociais no Brasil podem ser desafiadas. Lula é a prova de que o Estado brasileiro pode agir para minorar as privações dos mais pobres. Lula é a encarnação da esperança de um país melhor", diz o cientista político Luis Felipe Miguel; "Defender Lula contra a prisão injusta e arbitrária é defender os direitos de um cidadão perseguido por um aparelho repressivo discricionário e violento" (Foto: Leonardo Lucena)

Por Luis Felipe Miguel, em seu Facebook 

Lula é muito mais do que seu partido, seus governos, suas políticas, suas declarações. Lula é o símbolo de que as hierarquias sociais no Brasil podem ser desafiadas. Lula é a prova de que o Estado brasileiro pode agir para minorar as privações dos mais pobres. Lula é a encarnação da esperança de um país melhor.

Podemos e devemos discutir, à esquerda, os limites e equívocos do lulismo, mas não podemos esquecer qual é o alvo do arbítrio. A prisão de Lula é a forma de anunciar aos dominados, uma vez mais, que eles não podem erguer a cabeça.

Defender Lula contra a prisão injusta e arbitrária é defender os direitos de um cidadão perseguido por um aparelho repressivo discricionário e violento. E é também defender a democracia, defender as garantias contra o abuso de autoridade e afirmar a legitimidade da presença popular na política.

Nesse momento, cresce a estatura do candidato do PSOL, Guilherme Boulos, que sempre manteve uma apreciação crítica sobre o legado dos governos petistas, mas hoje se posiciona na linha de frente da solidariedade a Lula. Para a esquerda, o radicalismo não reside em empunhar slogans vazios, mas em entender quais são as batalhas fundamentais a serem travadas em cada circunstância.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247