Lula diz que STF precisa dar "freio de arrumação" e acabar com ameaças da Lava Jato

O ex-presidente Lula concedeu entrevista à BBC e critica a postura dos procuradores da Lava Jato e também do ex-juiz Sergio Moro. Segundo ele, "a Suprema Corte precisa dar um freio de arrumação na casa, porque houve um momento em que o Moro, o Dallagnol e mais a equipe da força-tarefa pensavam que eram donos do Brasil"

(Foto: Felipe L. Gonçalves/247 | Lula Marques | ABr)

247 - O ex-presidente Lula, que encontra-se preso político desde o dia sete de abril de 2018, concedeu entrevista à BBC Brasil e à BBC internacional e critica a postura dos procuradores da Lava Jato e  também do ex-juiz Sergio Moro. Segundo ele, "a Suprema Corte precisa dar um freio de arrumação na casa, porque houve um momento em que o Moro, o Dallagnol e mais a equipe da força-tarefa pensavam que eram donos do Brasil". 

"Eu acho que a Suprema Corte precisa dar um freio de arrumação na casa, porque houve um momento em que o Moro, o Dallagnol e mais a equipe da força-tarefa pensavam que eram donos do Brasil. Eles ameaçaram a Suprema Corte, eles ameaçaram o nosso ministro da Suprema Corte (Teori Zavascki) que morreu, eles ameaçaram o (ministro do STF Edson) Fachin, eles ameaçaram a Câmara, eles ameaçaram o Senado, eles ameaçaram a Presidência. Eles qualquer coisa ameaçavam fazer greve de fome. Eles se acharam donos do mundo", disse. 

Lula também disse que o pacto entre a Rede Globo e a Lava Jato foi a “pior coisa do planeta Terra”.

“Eu acho que esse pessoal da Lava Jato, essa força-tarefa, eles foram mordidos pela mosca azul. A pior coisa do planeta Terra que foi feito foi o pacto feito pela (Rede) Globo com a Lava Jato. Passem qualquer mentira, não importa, que a gente vai transformar tudo em verdade. E a Globo é um dos meios de comunicação que disseminou o ódio nesse país desde 2013”, disse Lula, ao ser indagado se aceitaria o pedido de desculpas da procuradora Jerusa Viecili, que ironizou a morte da ex-primeira-dama, Marisa Letícia, e do neto, Arthur.

A entrevista foi concedida para a rede BBC internacional e também para a rede  Portal BBC Brasil. 

 Veja a íntegra da entrevista reproduzida do portal BBC Brasil

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247