Lula: Lava Jato deve explicar que não cometi o crime que queriam que eu tivesse cometido

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar que os responsáveis pela Operação Lava Jato peçam desculpas pelas "mentiras" feitas contra ele; "Quem está pior que eu é o pessoal da Lava Jato, que contou mentiras ao meu respeito. A Polícia Federal da Lava Jato mentiu, o Ministério Público mentiu e o juiz aceitou as mentiras e está me julgando e me condenando por coisas que eu não fiz. Eles é que estão com problemas de explicar para a opinião pública que eu não cometi o crime que eles gostariam que eu tivesse cometido. Eu já provei minha inocência. Agora cabe a eles ter coragem e me pedir desculpas, desculpas à sociedade brasileira com o que estão fazendo neste país", disse 

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar que os responsáveis pela Operação Lava Jato peçam desculpas pelas "mentiras" feitas contra ele; "Quem está pior que eu é o pessoal da Lava Jato, que contou mentiras ao meu respeito. A Polícia Federal da Lava Jato mentiu, o Ministério Público mentiu e o juiz aceitou as mentiras e está me julgando e me condenando por coisas que eu não fiz. Eles é que estão com problemas de explicar para a opinião pública que eu não cometi o crime que eles gostariam que eu tivesse cometido. Eu já provei minha inocência. Agora cabe a eles ter coragem e me pedir desculpas, desculpas à sociedade brasileira com o que estão fazendo neste país", disse 
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar que os responsáveis pela Operação Lava Jato peçam desculpas pelas "mentiras" feitas contra ele; "Quem está pior que eu é o pessoal da Lava Jato, que contou mentiras ao meu respeito. A Polícia Federal da Lava Jato mentiu, o Ministério Público mentiu e o juiz aceitou as mentiras e está me julgando e me condenando por coisas que eu não fiz. Eles é que estão com problemas de explicar para a opinião pública que eu não cometi o crime que eles gostariam que eu tivesse cometido. Eu já provei minha inocência. Agora cabe a eles ter coragem e me pedir desculpas, desculpas à sociedade brasileira com o que estão fazendo neste país", disse  (Foto: Paulo Emílio)

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar que os responsáveis pela Operação Lava Jato peçam desculpas pelas "mentiras" feitas contra ele. "Eu não sou melhor nem pior que ninguém. Quem está pior que eu é o pessoal da Lava Jato, que contou mentiras ao meu respeito. A Polícia Federal da Lava Jato mentiu, o Ministério Público mentiu e o juiz aceitou as mentiras e está me julgando e me condenando por coisas que eu não fiz. Eles é que estão com problemas de explicar para a opinião pública que eu não cometi o crime que eles gostariam que eu tivesse cometido. Eu já provei minha inocência. Agora cabe a eles ter coragem e me pedir desculpas, desculpas à sociedade brasileira com o que estão fazendo neste país", disse Lula em entrevista publicada pelo jornal O Tempo nesta quinta-feira (19).

Para o ex-presidente, a Lava Jato "não está apurando apenas corrupção. Estão destruindo a indústria nacional, destruindo o emprego e a credibilidade deste pais. Eles invadiram minha casa, invadiram a casa dos meus filhos. Procurando o quê? Deviam estar procurando ouro, joias, dólar. Eles encontraram isso na casa do Serra, do Aécio, do Temer, do Cunha, do Cabral, na casa de não sei de quem, no banco da Suíça, na casa no Nuzman, e não encontraram na minha casa", afirmou.

"Eles poderiam ter ido para a televisão pedir desculpa a mim e ao povo brasileiro pela falta de compostura deles em duvidar da minha honestidade. Eles não fizeram isso porque estão subordinados à imprensa, um pacto maquiavélico entre a Polícia Federal, o Ministério Público, o Poder Judiciário e a imprensa. Eu estou nu diante deles para investigar, só espero que depois eles tenham coragem de pedir desculpa à sociedade brasileira", completou.

Segundo Lula, "desde 2005, há um setor da classe política e da imprensa que tenta destruir o PT, e tem três anos que tentam destruir o Lula. Tenho mais de 60 capas de revistas contra mim, tenho mais de 25 horas de "Jornal Nacional" contra mim. Estou dizendo do Jornal Nacional, mas posso falar de todos. O que é mais importante é que tem uma pergunta que eles fazem, que 80% dos brasileiros não gostam de política, mas dos 20% dos brasileiros que estão preocupados com política, 20% têm preferência pelo PT. Em segundo lugar estão o PSDB e o PMDB com 1%. Isso deixa meus adversários com mais raiva".
Eles estão nesta disputa para ver quem vai disputar comigo. Eu não me preocupo, porque o PSDB está muito fragilizado. Eles me dão um tiro de canhão todos os dias, e eu estou vivo. Deram um tiro de garrucha no Aécio, e ele não aguentou", ressaltou. Sobre 2018, Lula disse torcer para que "qualquer pessoa que venha disputar as eleições com o PT eleve o nível das eleições, discuta problemas de governo, e não abaixando o nível como o Aécio fez com a campanha contra a Dilma".

Ele também destacou eu em breve irá iniciar uma caravana por Minas Gerais, a exemplo da realizada recentemente em diversos estados do Nordeste. "Eu pretendo fazer a região de Juiz de Fora, depois o Sul de Minas. Eu quero, na verdade, ter contato com a realidade (...). Eu quero ver como está o povo brasileiro, porque me parece que nós estamos perdendo muitos dos direitos que conquistamos nos últimos 12 anos no Brasil. Essa é a intenção da viagem, de pegar na mão das pessoas, abraçar as pessoas, olhar nos olhos das pessoas", observou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247