Lula: “Não esperava nada positivo sobre o julgamento do STJ”

Lula mantém o pé no chão sobre o andamento dos processos de perseguição a que está submetido e sustenta sua opinião sobre o julgamento realizado na terça-feira (22) pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ): "Não esperava nada positivo sobre o julgamento do STJ", disse o ex-presidente, em encontro na prisão com seu correligionário e advogado Emídio de Souza, deputado estadual do PT em São Paulo. Lula considera que a sentença não tinha que ser diminuída, mas zerada porque não cometeu crime algum, informa

Lula: “Não esperava nada positivo sobre o julgamento do STJ”
Lula: “Não esperava nada positivo sobre o julgamento do STJ” (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Lula mantém o pé no chão sobre o andamento dos processos de perseguição a que está submetido e sustenta sua opinião sobre o julgamento realizado na terça-feira (22) pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ): "Não esperava nada positivo sobre o julgamento do STJ", disse o ex-presidente, em encontro na prisão com seu correligionário e advogado Emídio de Souza, deputado estadual do PT em São Paulo. Lula considera que a sentença não tinha que ser diminuída, mas zerada porque não cometeu crime algum, informa.

"Lula disse que não esperava nada positivo desse julgamento" – relatou Emídio na vigília que militantes dos partidos progressistas e movimentos populares organizam em frente ao prédio da Polícia Federal, em Curitiba.

Artigo no blog da jornalista Bela Megale no jornal O Globo informa que o deputado considera que o STJ "se colocou na linha de sequência" das decisões proferidas pela 13a Vara da Justiça Federal do Paraná e do Tribunal Federal Regional da 4a Região (TRF-4) que condenaram o ex-presidente.

Emídio também relatou que ao saber da redução de sua pena, Lula disse que a sentença não tinha que ser diminuída, mas zerada porque não cometeu crime algum, informa o blog.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247